Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Amigos brindando com vinho tinto

Um roteiro gourmet entre Madri e Barcelona para saborear os vinhos da Espanha

none

A Espanha é uma terra de bons vinhos e por isso lhe propomos uma viagem entre as duas grandes cidades do país com o vinho como guia. No itinerário e nas proximidades das duas cidades, você vai encontrar importantes roteiros onde poderá saborear vinhos de prestígio, como os de La Rioja ou os Ribera del Duero.Duração: é recomendável uma escapada de pelo menos uma semana para conhecer uma ou duas regiões e ter tempo para apreciar os prazeres do vinho.

  • Loja de vinhos

    Madri

    Os vinhos de Madri são uma surpresa agradável para muitos turistas. Você pode conhecê-los facilmente com as visitas a vinícolas ou participando de percursos temáticos, degustações ou piqueniques no meio de vinhedos. Além disso, existem vários itinerários culturais que percorrem a história do vinho na região e que abrangem desde o vinho na época romana até os vinhos de ordens religiosas como a do Císter ou de Santiago, ou inclusive o vinho na obra de Goya.Consulte mais informações no site de enoturismo de Madri.

  • Vinícola Portia, Ribera del Duero

    Castilla y León

    Principais cidades a visitar e como chegar: Burgos, Segóvia, Valladolid, Soria, Aranda de Duero (Burgos) ou Peñafiel (Valladolid). Todas ficam próximas a Madri. Você pode chegar de trem a Valladolid em cerca de uma hora, e as outras cidades ficam a menos de duas horas e meia de Madri de carro.Roteiro do vinho Ribera del Duero: uma de suas peculiaridades são as adegas subterrâneas, que você pode visitar em Aranda de Duero ou Peñafiel, por exemplo. Nesta última cidade fica o Museu do Vinho, situado em seu famoso castelo medieval. Entre as inúmeras atividades organizadas por suas vinícolas estão as degustações sob as estrelas, voos de balão sobre os vinhedos, roteiros a cavalo ou tratamentos relacionados com o vinho em centros de spa. Os vinhos mais representativos deste roteiro são os tintos, potentes e bem estruturados.Roteiro do vinho de Rueda: as vinícolas deste roteiro percorrem a evolução da cultura do vinho com visitas a galerias subterrâneas de origem medieval e a adegas mais modernas. Entre seus vinhos, destacam-se os brancos e jovens. As festas da vindima (setembro) e a Festa do Verdejo, em La Seca (em abril), são bons momentos para descobrir a tradição vinícola e os vinhos da zona.

  • Vinícola de Marqués de Riscal

    La Rioja e País Basco

    Principais cidades a visitar e como chegar: Logroño (La Rioja), Vitoria, Laguardia (Álava, País Basco) e Haro (La Rioja). Ficam a uma distância de aproximadamente quatro horas de Madri e umas cinco de Barcelona de carro. Por este motivo, é uma boa opção voar até os aeroportos de Bilbau ou Zaragoza (também tem conexão de trem de alta velocidade com Madri e Barcelona).Roteiro do vinho da Rioja Alta: uma dezena de vinícolas centenárias, restaurantes de prestígio e paisagens impressionantes de vinhedos em lugares como as serras da Cantábria ou Demanda são atrativos que se somam ao prestigiado vinho Rioja. É também interessante a visita ao Centro Sensorial do Vinho, em San Asensio, e ao Museo Vivanco de la Cultura del Vino, em Briones (ambos em La Rioja).Roteiro do vinho Rioja Alavesa: nesta região se destacam as vinícolas de arquitetura vanguardista. São imprescindíveis a de Marqués de Riscal (em Elciego, obra de Frank Gehry), Ysios (em Laguardia, obra de Santiago Calatrava) e Viña Real (também em Laguardia e obra de Philippe Maziéres). Interessante também é a vinícola Valdelana (em Elciego), que inclui um museu, uma capela e um “túnel dos sentidos”.

  • Vinícola Viñas del Vero

    Aragón

    Principais cidades a visitar e como chegar: Zaragoza é a cidade com melhores comunicações da região e fica a uma hora e meia de carro do roteiro de Somontano, com povoados como Barbastro e Alquézar (ambos em Huesca).Roteiro do vinho de Somontano: seus vinhos são frutados, com tintos de cor rubi e brancos de sabor fresco. Esta área é de uma grande beleza natural e fica nos pés dos Pirineus. Agosto e novembro são bons meses para visitá-la porque é quando são realizados o Festival do Vinho Somontano e o ciclo de degustações Catando Somontano (ambos em Barbastro), com numerosas atividades relacionadas com o vinho. Outra opção é fazer o roteiro do Bus del Vino Somontano (um ônibus que sai de Zaragoza e Huesca) e visitar as vinícolas. Estas, por sua vez, oferecem degustações, passeios de 4x4, de segway e a cavalo pelos vinhedos. Uma visita original da região é o chamado “Tibet del Alto Aragón”, um pequeno templo budista situado no município de Panillo.

  • Cavas Pere Ventura

    Catalunha

    Principais cidades a visitar e como chegar: saindo de Barcelona você pode chegar à região do Roteiro do Vinho e do Cava do Penedès em cerca de 45 minutos de carro (cidades como Sant Sadurní d'Anoia e Vilafranca del Penedès). Os vinhedos mais próximos a Barcelona ficam a cerca de 25 minutos.Roteiro do vinho e do cava do Penedès: são imprescindíveis seus excelentes “cavas”, um vinho espumoso de grande tradição na Catalunha. Enquanto isso, os vinhos são em grande parte jovens e de grande qualidade aromática. Entre as atividades organizadas há voos de balão sobre os vinhedos; passeios de bicicleta elétrica ou a cavalo; noites de estrelas com música ao vivo, observação astronômica e harmonização gastronômica; sessões de chill-out no meio dos vinhedos... Também há três visitas muito interessantes relacionadas com o vinho: o Centro de Interpretação do Cava, em Sant Sadurní d'Anoia; o Museu das Culturas do Vinho da Catalunha, em Villafranca del Penedés; e o sítio arqueológico ibérico da colina de Font de la Canya, que mostra as origens da vinha do Penedès.Em Barcelona: a própria cidade permite apreciar o vinho de forma original. Por exemplo, com saídas de veleiro do Port Olímpic com harmonização de vinhos a bordo, ou com uma degustação nas alturas no mirante de Colón, em pleno centro.