Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Praticantes de trekking no Parque Nacional de Ordesa e Monte Perdido, em Aragón

4 lugares dignos de cartão postal nos Pirineus aragoneses: paz e tranquilidade

Aragão

A natureza de Aragón é muito diversa, mas no norte você vai encontrar sua joia mais apreciada: os Pirineus. Um remanso de paz e tranquilidade para tirar férias de todos os tipos. Os povoados que ficam perto destas montanhas têm muito charme, e além disso se come muito bem, sempre para repor as energias para o dia seguinte. Enquanto você planeja sua viagem para a Espanha, anote estes cinco lugares onde você pode se impregnar do lado mais verde de Aragón e se desconectar de verdade.

Selva de Oza, Aragón

Este lindo lugar fica no vale de Hecho, a parte mais ao oeste dos Pirineus aragoneses. Faz parte do Parque Natural dos Vales Ocidentais e se destaca por seus bosques de abetos e faias. Deste lugar partem múltiplos roteiros que você pode começar saindo do estacionamento. Um dos mais conhecidos é o que se dirige para o vale de Aguas Tuertas. Uma imagem totalmente de alta montanha, com o rio Aragón Subordán e o gado pastando como protagonistas. Outro roteiro, de nível um pouco mais avançado, é o que chega até o lago de Estanés. Esta área esconde uma série de dólmens e até mesmo uma via romana. Sem dúvida, é ideal para ir em família e aproveitar um dia nas montanhas. E se sobrar tempo à tarde, visite Ansó, considerado um dos povoados mais bonitos da Espanha. 

Paisagem do Parque Natural dos Vales Ocidentais no vale de Hecho, Aragón

Vale de Pineta

No coração da região de Sobrarbe, você verá este vale característico por seus pinheiros, faias e abetos. Este, junto a outros quatro, constituem os vales mais conhecidos do Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido. Se você quer um roteiro com pouco desnível, a melhor opção é o que chega até as planícies de Llanos de La Larri. Você vai se adentrar no meio de faiais e poderá observar a cachoeira que se destaca neste agradável passeio.Quer um pouco mais de intensidade? Então pegue o caminho de Marboré, que sai do Parador de Bielsa e que levará você até o Balcón de Pineta e o lago de Marboré. Você subirá a uns 2500 metros até ver o nascimento do rio Cinca. 

Montanhistas no Vale de Pineta, no Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido, região do Sobrarbe, Aragón

Lanuza

No vale de Tena você verá este vilarejo, e fazendo um caminho circular você poderá dar a volta no lago. O povoado original está debaixo d’água, mas o atual conserva o mesmo charme e estilo montanhês. Você pode usar como base este lugar e percorrer diferentes roteiros de trekking. Por exemplo, subir até o Ibón de Piedrafita ou ir até a cachoeira de Orós, em Biescas.

Vista de Lanuza e seu lago, no vale de Tena, Aragón

Partacua

Pela mesma área do vale do Tena, você poderá visitar o Quiñón de Partacua. Um lugar pouco conhecido, muito perto da estação de esqui Formigal e que segue a corrente do rio Gállego. É um lugar muito popular para a prática de esqui cross-country e inclusive de raquetes de neve no inverno. Este lugar esconde um segredo no alto da serra: um arco natural. Ao realizar este roteiro circular, você passará pelo Ibón de Piedrafita, e o último trecho, um pouco mais complicado, leva até o arco de pedra. A vista deste lugar é impressionante. Os povoados próximos, como Tramacastilla de Tena e Sandiniés, são perfeitos para dar um passeio ou fazer uma parada para comer alguma coisa. 

Vista do Lago Piedrafita e do Quiñón de Partacua, no vale do Tena, Aragón
Descubra mais sobre...