Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Valldemosa, em Maiorca

Planos para curtir as Ilhas Baleares também no inverno

Illes Balears

Planos para curtir as Ilhas Baleares também no inverno


Clima ameno, muitas horas de sol, natureza protegida, praias de águas cristalinas... São as ilhas Baleares, um pequeno paraíso no Mediterrâneo que você pode visitar o ano todo. Veja aqui alguns planos para fazer isso no inverno, quando você poderá passear com mais calma e menos turistas nas ilhas de Maiorca, Ibiza, Menorca, Formentera e no arquipélago de Cabrera.

Ver as primeiras florações de amendoeiras

Os milhões de amendoeiras das ilhas Baleares começam a florescer no final de dezembro. Deste modo, os campos ficam tingidos de branco facilmente até o mês de março.A ilha de Maiorca oferece diferentes opções para curtir roteiros paisagísticos. Você pode percorrer toda a Serra de Tramuntana, passear nas imediações de Selva, Bunyola ou Marratxí (no oeste da ilha) e nas proximidades de Son Servera (no leste). Esta última realiza, entre o final de janeiro e o começo de fevereiro, a feira da Flor de Amendoeira. Por sua vez, na ilha de Ibiza é organizada em datas similares a Llum d'Ametller: uma caminhada noturna em torno das amendoeiras de Santa Agnès de Corona, que é concluída com um jantar à base de produtos típicos e uma festa com música.Para completar sua experiência ao redor da floração das amendoeiras, é recomendável degustar algumas das receitas baleares mais típicas à base de amêndoas. Entre os doces, destacam-se o gató (um bolo tradicional maiorquino) e os doces natalinos como o tambor de amêndoas, os amargos e a “coca” de amêndoas. Quanto aos salgados, merecem destaque a sopa de amêndoas torradas e os escaldums (um guisado típico de frango).

Detalhe de amendoeira em floração em Maiorca.

Degustar os produtos mais populares de sua cozinha através de roteiros gastronômicos

O azeite de oliva de Maiorca, o queijo de Mahón e a sobrassada são alguns dos produtos tradicionais das ilhas Baleares que enchem de sabor seus pratos. Veja aqui alguns pontos de interesse para saboreá-los e aprender sobre eles.A paisagem de oliveiras centenárias pode ser vista, por exemplo na Serra de Tramuntana de Maiorca. Entre esta zona, Sóller e Orient existem quatro roteiros interessantes para percorrer olivais e visitar lagares: o caminho de Muleta, o barranco (ravina) de Biniaraix, o caminho de Font Garrover e o olival de Coma-Sema. O pão com azeite (pa amb oli) e o aperitivo de azeitonas partidas temperadas (olives trencades) são talvez as formas mais simples de saborear os frutos das oliveiras maiorquinas, mas seu azeite de oliva está presente em quase toda a gastronomia balear.

Plantação de oliveiras em Maiorca

O queijo de Mahón é 100% natural e um exemplo de preservação do meio ambiente e da tradição na ilha de Menorca. É elaborado de forma completamente artesanal e as vacas das quais o leite é obtido pastam em grandes propriedades em volta de moradias tradicionais (llocs) separadas com muros elaborados com a arte da pedra seca (declarada Patrimônio Mundial pela UNESCO). É recomendável ir a Alaiore Es Mercadal para comprovar isso com visitas a queijarias e atividades como workshops culinários e degustações. No site de turismo de Menorca você vai encontrar algumas das mais conhecidas. Embora existam diferentes variedades de queijo de Mahón, não se esqueça que o mais tradicional é o curado, que tem um sabor mais intenso.

Queijo de Mahón. Maiorca.

A sobrassada é o embutido mais típico das ilhas Baleares, elaborado com carne de porco com bastante páprica e pimenta preta. A melhor maneira de degustá-la? Sobre uma fatia de pão e, de forma opcional, acompanhada de mel, açúcar ou geleia. Além disso, é utilizada como ingrediente em muitas receitas locais, como o arrós brut (um arroz caldoso com especiarias, produtos da horta e carne). A zona mais popular de sua produção é o sudeste da ilha de Maiorca, em lugares como Porreres, Montuïr, Felanitx, Campos e Santanyí. Algumas de suas fábricas podem ser visitadas. Você pode consultá-las no site do Instituto de Qualidade Agroalimentar das Ilhas Baleares.Para completar seu roteiro gastronômico pelas ilhas, saiba quais são alguns de seus pratos mais populares: caldereta de marisco (caldeirada de frutos do mar), coca de trampó (salada à base de tomate, cebola e pimentão sobre uma massa crocante, a “coca”), o peix sec (ou peixe seco, especialmente em Formentera), o tumbet maiorquino (elaborado principalmente com verduras da estação), o bullit de peix (um ensopado de peixe típico de Ibiza) ou seu doce mais clássico, a ensaimada.

Sobrassada de Maiorca.

Descobrir sua natureza através dos esportes

No inverno, as ilhas Baleares são o destino de cada vez mais esportistas profissionais que as escolhem para treinar. Além disso, sua agenda nestes meses está carregada de competições em modalidades como ciclismo, atletismo, motor e vela, principalmente. Por isso, se você é um esportista, estas ilhas são um bom destino de inverno. Principalmente se você gosta de praticar esportes ao ar livre e em plena natureza.O cicloturismo pode ser feito em qualquer uma das ilhas. Por exemplo, em Formentera é praticamente um estilo de vida e é fácil se deslocar por toda a ilha só de bicicleta. As ilhas de Maiorca e Ibiza contam com centenas de quilômetros sinalizados com roteiros de cicloturismo aptos para todos os níveis.

Cicloturismo em Menorca.

A caminhada nórdica e o trekking também são excelentes opções. Em Maiorca fica o primeiro parque de caminhada nórdica, em Alcúdia, e a ilha tem duas trilhas Grande Percurso muito interessantes. São o GR-221 ou caminho da Pedra Seca, e o GR-222, que revelam inúmeros caminhos rurais delimitados por muros de pedra seca. Enquanto isso, em Menorca, o GR-223 ou Camí de Cavalls rodeia toda a ilha pelo litoral e passa por muitas de suas praias mais famosas. Em Ibiza, a zona de Sant Antoni de Portmany é muito frequentada para a prática da caminhada nórdica, e no inverno você pode participar das saídas guiadas que são organizadas pela prefeitura. Por sua vez, Formentera e La Cabrera têm roteiros de grande beleza pelo seu meio natural. Em Formentera são muito recomendáveis as Rotas Verdes para a prática da caminhada nórdica. Em Cabrera você vai encontrar oito roteiros.

Praticantes de trekking.

Conhecer sua cultura com as festas tradicionais de inverno

Você sabia que uma das celebrações populares das Baleares foi declarada Patrimônio Cultural Imaterial pela UNESCO? Trata-se do Canto de la Sibila, uma mostra de folclore religioso medieval que ocorre nas igrejas da ilha de Maiorca na noite de 24 de dezembro. Também de caráter religioso são os chamados Devallament (ou descida do Cristo da cruz), um ato diferenciador da Semana Santa nas Baleares e que ocorre na Sexta-Feira Santa. Em muitos casos, trata-se de emotivas obras de teatro que são representadas ao ar livre em lugares icônicos. Alguns dos mais populares são os de Palma, Pollença, Felanitx e Artà (na ilha de Maiorca), Es Mercadal (na ilha de Menorca) e o de Sant Antoni de Portmany (na ilha de Ibiza).

As festas de Sant Antoni são talvez as mais tradicionais do inverno balear. São realizadas nos dias 16 e 17 de janeiro, e na ilha de Maiorca os destinos de Sa Pobla, Manacor, Artà, Pollença, Muro e Palma são ideais para conhecê-las. A gastronomia popular, o som das zabumbas e o fogo são seus protagonistas mais comuns. Em Ibiza, o município de Sant Antoni celebra suas festas principais nas quais você poderá conhecer as tradicionais danças folclóricas da ilha.No dia 1º de março é comemorado o dia das Ilhas Baleares. Você pode se informar de todos os atos nos escritórios de turismo. São comuns as visitas guiadas e as jornadas de portas abertas. Além disso, em Palma é organizada uma mostra de cozinha típica e uma feira de rua no Paseo Sagrera. Em Menorca você terá a oportunidade de conhecer a cultura do cavalo através da doma menorquina de Es Castell. Além disso, em Formentera você vai poder saborear a grande paella popular que é elaborada todos os anos.

Festas de Sant Antoni e Sant Sebastià, em Maiorca.

Esquecer-se do tempo com roteiros para se encontrar consigo mesmo

Paz e tranquilidade em meios rurais e marítimos que transformam a noção do tempo. Proposta: um percurso nas ilhas de Maiorca, Ibiza e Formentera para que você possa comprová-lo.Em Maiorca, a ideia é percorrer pequenos povoados de ruas de pedra e com santuários e mosteiros com séculos de história. Um roteiro saindo de Valldemossa, onde ficam a bonita Cartuxa de Valldemossa e a ermida da Santísima Trinidad (hoje habitada por monges ermitões), e chegando a Escorca, onde está situado o Santuário de Lluc (um dos símbolos da ilha), passando por Petra, Felanitx, Pollença, Porreres, Algaida e Inca.

Uma rua de Valldemosa, em Maiorca.

Em Ibiza a proposta é um itinerário pelas igrejas brancas. Muitas ficam em espaços naturais e são exemplos da arquitetura ibizenca mais tradicional. É um modo de percorrer o lado mais rural de Ibiza, e você pode fazer isso visitando as igrejas de Sant Antoni (das mais antigas), de Santa Eulària e de Es Cubells (ambas com vista para o mar Mediterrâneo), de Sant Miquel de Balansat e a de Sant Carles, em Peralta, entre outras.Para terminar, em Formentera é recomendável um percurso pelos faróis, principalmente se você puder fazê-lo em diferentes dias para presenciar o pôr do sol neles. O mais famoso é o farol de La Mola, situado sobre uma falésia de mais de 120 metros de altura. O farol de La Savina e o de Cap de Barbaria também oferecem vistas espetaculares.

Descubra mais sobre...