Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Parque Natural de Sierra Cebollera, La Rioja

Natureza e sustentabilidade

none

A grande variedade de paisagens e contrastes que existe na Espanha é surpreendente. Por isso, não é de se estranhar que seja o país do mundo com mais espaços declarados Reserva da Biosfera pela UNESCO. O país oferece montanhas, bosques e vales; também vulcões, dunas e zonas desérticas; além de marismas, lagos, falésias, cachoeiras, canyons... Uma natureza única e de grande valor, que precisa ser cuidada. 

Quantos espaços naturais protegidos existem na Espanha?

A superfície total dos espaços naturais que contam com algum tipo de proteção na Espanha soma mais de 30 milhões de hectares. Isto significa que um terço da superfície terrestre do país, e cerca de 12 por cento de sua superfície marina, estão protegidas. Além de desenvolver diferentes planos e ferramentas de proteção de ecossistemas a nível nacional, a Espanha também participa dos principais programas e convênios internacionais de proteção ambiental (Ramsar, Rede Natura 2000, ZEPIM, OSPAR, MAB...). Dentro do programa da UNESCO, por exemplo, a Espanha se destaca com 53 espaços declarados Reserva da Biosfera, 15 geoparques e quatro de seus parques nacionais inscritos na lista de Patrimônio Mundial (Doñana, Teide, Garajonay e Monte Perdido). Também no número de Reservas Starlight, com 13 espaços certificados pela qualidade do seu céu para observar as estrelas. A Espanha conta ainda com quase trinta espaços naturais certificados com a Carta Europeia de Turismo Sustentável (CETS) e vários destinos incluídos na Rede EDEN (Destinos Europeus de Excelência), iniciativas da Comissão Europeia para promover o turismo sustentável. Além disso, lembre-se que a Espanha está há décadas sendo o país líder em praias premiadas com Bandeira Azul.

Quantos parques nacionais existem na Espanha?

A natureza na Espanha permite admirar autênticas maravilhas naturais durante o ano inteiro. Só visitando os 15 parques nacionais da Espanha você já pode descobrir uma incrível diversidade de paisagens: desde os cumes de alta montanha dos Pirineus no Parque de Ordesa-Monte Perdido ou nos Picos de Europa, até as formações vulcânicas do Teide ou do Timanfaya; passando pelos escarpados desníveis da Caldera de Taburiente e a fantástica selva de laurissilva de Garajonay. Além disso, os bosques frondosos e cachoeiras de Aigüestortes, as marismas de Doñana, os alagadiços das Tablas de Daimiel, as serras e planícies de Cabañeros, as pastagens de Monfragüe, e também os rochedos e circos glaciares da Sierra de Guadarrama, as praias paradisíacas do Parque Nacional das Ilhas Atlânticas e as falésias do Arquipélago de Cabrera

Trekking no Parque Nacional de Ordesa y Monte Perdido, Huesca

Como é a fauna e a flora da Espanha?

A Espanha é um dos países com mais biodiversidade do mundo e existem diversas opções para conhecê-la de um modo responsável. Sua situação estratégica entre dois continentes, seus diferentes climas, a variedade de seu relevo e a geografia de seu território, com quase 8.000 quilômetros de costas e dois arquipélagos, explicam isso em grande parte. A fauna espanhola conta com espécies tipicamente europeias, mediterrâneas, africanas e de zonas alpinas, além de numerosas espécies endêmicas nas ilhas e áreas de montanha. No total, estima-se uma riqueza de cerca de 70.000 espécies animais. O lobo, a raposa, o gato montês, o lince ibérico, o cervo e o javali, entre outros, são alguns dos mamíferos mais emblemáticos. Também há numerosas espécies de aves de rapina, como a águia, o quebra-ossos, o abutre, o falcão, a coruja e o açor, por exemplo. A Espanha também é um importante lugar de passagem das aves migratórias em sua viagem de ida e volta entre a Europa e a África. Você sabia que a Espanha é um dos melhores lugares para praticar ornitologia? E que as Ilhas Canárias são a região da Espanha com maior número de endemismos de fauna? Sem dúvida, a biodiversidade espanhola é extraordinária, e além disso são preservadas cerca de 200 espécies em risco de extinção, entre elas o lince ibérico, o urso-pardo e a águia imperial. 

Em relação à vegetação, a Espanha conta com um catálogo de 10.000 espécies de plantas diferentes, com muitos exemplares autóctones. Em geral, podem ser distinguidos fundamentalmente dois tipos de vegetação, conforme se trate de zonas úmidas ou mais quentes. Na região norte e em áreas montanhosas, existem amplos bosques e vales, enquanto em áreas do interior e zonas mediterrâneas dominam as planícies, estepes e bosques de azinheiras, pinheiros ou sobreiros. Por outro lado, as Ilhas Canárias são quase continentes em miniatura devido à incrível diversidade biológica que concentram em poucos quilômetros.  

Bosque de laurissilva. Tenerife, Ilhas Canárias

Política ambiental e desenvolvimento sustentável

A Espanha é um país com um grau de sensibilização crescente para a proteção do meio ambiente. A preocupação pela busca de um modelo de desenvolvimento sustentável, que compatibilize a atividade econômica e um uso racional dos recursos com a conservação ambiental se materializa na Estratégia Espanhola de Desenvolvimento Sustentável aprovada em 2007. A Espanha também mantém uma atitude ativa na defesa do meio ambiente mundial, assinando numerosos acordos de proteção global da natureza e protocolos contra a mudança climática e a poluição. Neste sentido, é preciso destacar o compromisso da Espanha com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, aprovada pela ONU em 2015, que incorporam aspectos diretamente relacionados com a preservação dos ecossistemas e da biodiversidade, a redução da poluição, a defesa do meio ambiente e a luta contra a mudança climática

Visitantes no Parque Nacional de Aigüestortes, Lérida