Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
Museu Nacional do Prado, Madri

Arte e Cultura da Espanha

none

Você sabia que a Espanha é o quarto país do mundo com o maior número de lugares tombados como Patrimônio Mundial pela UNESCO? Isso é porque a Espanha conta com uma riqueza monumental única, fruto da mistura de culturas e de séculos de história. No país de artistas universais como Velázquez, Goya, Gaudí, Picasso, e Dalí, a arte e a cultura são vividas intensamente e de muitas formas. Você quer conhecê-las?

Monumentos e patrimônio histórico

Na Espanha existem mais de 15.600 monumentos, zonas arqueológicas, jardins, lugares e conjuntos históricos que foram declarados Bem de Interesse Cultural (BIC). Trata-se de um patrimônio extraordinário e muito valioso, que se destaca por sua riqueza e diversidade, e que conserva numerosos exemplos representativos das diferentes civilizações, culturas e épocas históricas que se desenvolveram no território espanhol: desde os iberos e celtas, até os romanos e árabes, passando por fenícios, gregos, visigodos... Dentro deste conjunto também podem ser encontrados estilos artísticos próprios e únicos, como o pré-românico asturiano, a arquitetura mudéjar e aarte andalusina. Por isso, não é de se estranhar que a Espanha seja o quarto país do mundo com mais lugares inscritos na lista de Patrimônio Mundial da UNESCO. Desde as pinturas rupestres da Gruta de Altamira e os achados de Atapuerca, passando pelo Aqueduto de Segóvia, a Alhambra de Granada e a Mesquita de Córdoba, até as catedrais de Sevilha, Burgos e a Sagrada Família de Barcelona, para citar só alguns exemplos, a Espanha é uma viagem cultural imprescindível. Menção especial também merecem as 15 Cidades Patrimônio da Humanidade da Espanha; visitá-las sempre vale a pena.

Vista panorâmica da Alhambra, Granada

Museus e galerias de arte

Os museus espanhóis guardam algumas das coleções mais importantes do mundo, com peças e obras-primas excepcionais. Além disso, para conhecer artistas como Velázquez, Goya, Dalí, Miró e Picasso, é imprescindível visitá-los. Em Madri, o Passeio da Arte formado pelo Museu do Prado, o Thyssen-Bornemisza e o Museu Nacional Reina Sofía oferece um percurso pela história da arte até os dias atuais. A arte contemporânea é a protagonista em centros como o Museu Guggenheim Bilbao, o MACBA de Barcelona, o IVAM de Valência e o Centro Pompidou de Málaga, entre outros; também em numerosas galerias de arte e espaços culturais alternativos, principalmente em Madri e Barcelona. Os museus Picasso de Málaga e Barcelona são paradas imperdíveis para se adentrar no mundo de Pablo Picasso… São alguns exemplos de uma longa lista que todos os anos atrai milhões de visitantes, já que na Espanha existem quase 1.500 museus e coleções de todos os tipos, muitos dos quais se destacam por ser uma referência em sua categoria.

Museu Guggenheim de Bilbau

Arquitetura contemporânea

A Espanha também surpreende com seus monumentos mais vanguardistas. São edifícios, construções e espaços arquitetônicos contemporâneos projetados por prestigiados arquitetos que unem estética e funcionalidade. Há museus e centros culturais como o Guggenheim Bilbao (Frank Gehry), a Cidade das Artes e das Ciências de Valência (Santiago Calatrava), o MUSAC de León (Tuñón & Mansilla), o Centro Botín (Renzo Piano), o Centro Niemeyer (Óscar Niemeyer) e as ampliações do Museu do Prado (Rafael Moneo) e do Reina Sofía (Jean Nouvel), entre outros. Também se destacam auditórios e recintos como o Palau de Sant Jordi (Arata Isozaki) e o Kursaal (Rafael Moneo); vinícolas como as do complexo Marqués de Riscal (Frank Gehry) ou a das Bodegas Ysios (Santiago Calatrava); e espaços públicos como o Metropol Parasol (os populares “Cogumelos” de Sevilha) e o Terminal T4 do aeroporto Madri-Barajas Adolfo Suárez. A lista de lugares para descobrir é longa; aqui você pode ver algumas dicas:- Vinícolas de design- Bilbao Art District- Exemplos de arquitetura contemporânea na Espanha Verde- Conheça a cara mais moderna do interior da Espanha- Quatro centros de arte que rompem moldes na Andaluzia- Um passeio pelos edifícios mais futuristas do litoral mediterrâneo da Espanha 

Centro Botín, Santander

Roteiros culturais

Entre os numerosos roteiros culturais que podem ser feitos na Espanha, um se destaca com nome próprio: o Caminho de Santiago. O caminho de peregrinação mais antigo da Europa continua atraindo milhares de viajantes do mundo inteiro ano após ano, e foi declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO. Outro grande percurso cultural é a Via da Prata, que viaja de sul a norte pelo traçado da antiga via romana do mesmo nome. Também existem os roteiros do Legado Andalusino, que mostram a impressionante herança de Al-Ándalus. Além destes, existem muitos outros roteiros que permitem conhecer a riqueza histórica e artística da Espanha. Um amplo catálogo ao qual se somam também cerca de vinte itinerários culturais do Conselho da Europa. Aqui você pode conhecer alguns dos roteiros turísticos mais populares da Espanha.

Festivais, festas e tradições

Em um país como a Espanha, a agenda é mais uma demonstração de riqueza cultural. Durante todo o ano são realizados importantes festivais de música, cinema, teatro, literatura, dança e artes cênicas de todos os tipos e gêneros. Na agenda das principais cidades também não costumam faltar grandes exposições, espetáculos musicais e acontecimentos culturais especiais. Sem esquecer as numerosas festas, feiras e celebrações populares que ocorrem por todo o território espanhol. Algumas alcançaram fama internacional, como as Fallas e a Semana Santa, por exemplo, e outras foram até reconhecidas pela UNESCO como Patrimônio Imaterial da Humanidade.

Semana Santa de Sevilha

Artistas e nomes próprios

Ao longo da história, houve muitas figuras espanholas que deixaram sua marca em diferentes campos das artes e da cultura (Murillo, Zurbarán, Miró, Sorolla, Maruja Mallo, Cervantes, Lorca, Falla, Buñuel, Balenciaga, Ramón y Cajal...). Algo que continua acontecendo na atualidade. Antonio López, Miquel Barceló, Paco de Lucía, Camarón de la Isla, Montserrat Caballé, Pedro Almodóvar, Blanca Li, Manuel Pertegaz, Severo Ochoa, Margarida Salas ou Ana María Matute são apenas alguns exemplos de uma longa lista de homens e mulheres dedicados à literatura, à pintura, à música, ao cinema, à moda, à dança, à ciência e às artes de todos os tipos, cujo prestígio e reconhecimento ultrapassam fronteiras.

Fundació Joan i Pilar Miró
Descubra mais sobre...