Travel Safe

Conselhos para viajar com segurança Últimas notícias
 Peregrino descansando no Caminho de Santiago

Caminho Francês

caminho-frances-santiago

Dos Pirineus até Santiago de Compostela, o Caminho Francês passa pelas regiões de Aragón, Navarra, La Rioja, Castilla y León e Galícia, em um trajeto que é percorrido todos os anos por mais de 150.000 peregrinos. Realiza-se desde a descoberta da tumba do apóstolo Santiago no século IX, e alcançou fama internacional ao aparecer de forma detalhada no Códex Calixtino (publicação do século XII).

O Caminho Francês na Espanha pode começar na localidade de Orreaga - Roncesvalles (em Navarra) ou em Somport (Aragón), e os dois traçados se unem na vila de Puente de la Reina para chegar à Catedral de Santiago de Compostela cerca de 800 quilômetros depois. No trajeto, você encontrará paradas muito esperadas, como Jaca, Pamplona, Logroño, Nájera, Santo Domingo de la Calzada, Burgos, Frómista, León, Astorga e Ponferrada. O Caminho Francês foi o primeiro itinerário do Caminho de Santiago declarado Patrimônio Mundial pela UNESCO e é o primeiro Itinerário Cultural Europeu.

Etapa do Caminho de Santiago Francês em Aragón

Aragón

Distância aproximada: 150 quilômetros.Etapas recomendadas: 6 ou 7.Paisagens espetaculares esperam por você ao descer dos Pirineus saindo do porto de Somport para finalmente adentrar-se em vales verdes através de caminhos confortáveis. O Caminho Francês em Aragón é o início da aventura para muitos peregrinos e revela bonitos povoados do interior que conservam sua arquitetura mais popular. Villanúa ou Castiello de Jaca são bons exemplos. Puente de la Reina é o ponto de união com o trajeto que começa em Navarra.Jaca é a principal cidade deste trecho, e principalmente a partir do final do outono e durante todo o inverno, tem muito agito devido à sua proximidade de algumas estações de esqui. Sua catedral e a cidadela são imprescindíveis.

Caminhantes em vilarejo de arquitetura popular em Aragón, em Hecho

Você vai gostar: - Das impressionantes vistas que o caminho pelos Pirineus proporciona. Imagens panorâmicas como as de Mianos, Canal de Berdún e Arrés enquanto você desce para os vales são daquelas que pedem uma parada para apreciá-las.- Da arquitetura religiosa românica que está presente por todo o caminho. Algumas das amostras mais interessantes são a Catedral de Jaca, o Mosteiro de San Juan de la Peña, o de Santa Cruz de la Serós e a Ermida de Santa María de Iguácel.- De olhar para o céu...de dia e de noite. Se durante a caminhada você pode ser surpreendido por algumas das mais de 200 espécies de aves que habitam a região (entre elas abutres-do-Egito, águias-de-Bonelli e abutres quebra-ossos), ao cair a noite se revela um céu limpo e perfeito para ver as estrelas.- Dos momentos de inspiração propiciados por esta natureza onde você pode se desconectar e que, além disso, apresenta paisagens muito diferentes conforme a estação do ano.Visitas Patrimônio Mundial: Pirineos-Monte Perdido é a grande área natural reconhecida como Patrimônio Mundial em Aragón. O Caminho Francês percorre grande parte desta cordilheira. Se você dispõe de mais tempo, pode se deslocar até o sul da região para conhecer alguns dos vários exemplos de arte mudéjar aragonesa nas províncias de Teruel e Zaragoza, declarados Patrimônio Mundial.Principais paradas do Caminho Francês em Aragón: Canfranc – Villanúa – Castiello de JacaJaca - ArrésMais informações: Caminho Francês em Aragón

Etapa do Caminho de Santiago Francês em Navarra

Navarra

Distância aproximada: 150 quilômetros.Etapas recomendadas: 6 ou 7.Orreaga – Roncesvalles é o ponto de partida do Caminho Francês em Navarra e um bom exemplo de como é o caminho: bonitos povoados situados em lugares com uma natureza exuberante. E a lista é comprida, desde Auritz-Burguete ou Aurizberri-Espinal, no alto dos Pirineus, até Ayegui ou Torres del Río, que ficam em zonas de vales, entre campos de cereais e vinhedos.As principais cidades do roteiro são Pamplona e Estella-Lizarra, cujos centros históricos medievais merecem uma visita de pelo menos um dia, na qual o destaque será a arte românica.

 Esquerda: Mochila de um peregrino / Meio: Igreja em Burguete, Navarra / Direita: Peregrino chegando ao povoado de Cirauqui, Navarra

Você vai gostar: - De passar pelas paisagens dos Pirineus com lugares impressionantes, como os desfiladeiros de Lumbier e de Arbaiun. Andar por caminhos mais planos e confortáveis, como os do Nacedero del Urederra. Descobrir alguns dos maiores faiais da Europa, como a Selva de Irati. - Da abundante arte românica. São fantásticos exemplos as igrejas de Santa María de Sangüesa e de Eunate, a Igreja do Santíssimo Sepulcro em Torres do Rio, a ponte de Puente de la Reina, e diversos monumentos de Estella, como as igrejas de San Pedro de la Rúa e San Miguel e o Palácio dos Reis (único edifício civil românico da região). - De sentar-se à mesa para saborear a culinária de Navarra e seus vinhos. Nesta região se destacam os queijos com denominação de origem Idiazabal e Roncal, e em toda a província de Navarra, seus produtos da horta. Um momento imprescindível no Caminho é provar o sanduíche de chistorra. - Das visitas mais espirituais. Por exemplo, o Monastério de Leyre, onde você terá a oportunidade de escutar cantos gregorianos em muitas missas; o Castelo de Javier, berço do padroeiro de Navarra e centro de peregrinação; ou o Mosteiro de Iratxe, um dos conjuntos monumentais navarros mais relevantes. Principais paradas do Caminho Francês em Navarra: Orreaga-RoncesvallesSangüesaPamplonaPuente de la ReinaObanos - Estella Mais informações: Caminho de Santiago na Galícia

Etapa do Caminho de Santiago Francês em La Rioja

La Rioja

Distância aproximada: 90 quilômetros.Etapas recomendadas: 4.Esta é uma terra de vinhos e um lugar histórico para o nascimento da língua espanhola, porque em San Millán de la Cogolla foi gestado o primeiro exemplo escrito da língua romance que atualmente conhecemos como castelhano. Para chegar até a localidade e visitar os mosteiros de Suso e Yuso, a proposta é fazer uma variante do Caminho Francês com quatro etapas em La Rioja.O Caminho passa pelas paisagens planas do vale do rio Ebro, entre campos de cereais e inúmeros vinhedos que definem a paisagem. Você visitará três localidades especialmente relevantes. Primeiro, a capital: Logroño. Depois Nájera, onde fica o Mosteiro de Santa María La Real. E para terminar, Santo Domingo de la Calzada, um dos ícones do Caminho com um traçado medieval no qual se destacam a catedral, as muralhas e o hospital de peregrinos.

 Esquerda: Colheita de uva / Meio: Peregrinos entre vinhedos / Direita: Entardecer nos vinhedos de La Rioja

Você vai gostar: - Do Rioja, o vinho mais internacional da Espanha. Você vai adorar saboreá-lo em sua taça, certamente, mas também vai gostar de descobrir tudo que o rodeia. Poderá visitar vinícolas, fazer caminhadas entre vinhedos, sobrevoar de balão as plantações, participar das tarefas da vindima e de suas festas... - Da rua Laurel, um paraíso para comer tapas que é uma visita imprescindível na sua parada em Logroño. - Das paisagens naturais que você verá enquanto caminha. O rio Ebro sempre está presente e alguns lugares são especialmente bonitos. Por exemplo, o Pantano de Grajera e seu parque, a apenas 10 quilômetros de Logroño; ou a Dehesa de Berruguete e seu mirante com vista para os vinhedos da denominada Rioja Alavesa. - De descobrir um galinheiro na Catedral de Santo Domingo de la Calzada e, acima de tudo, averiguar o motivo de sua existência. Aqui você tem uma pista para começar a indagar quando chegar: rememora a lenda de um milagre no Caminho de Santiago. Visitas Patrimônio Mundial: os mosteiros de Suso e Yuso, em San Millán de la Cogolla. São dois majestosos edifícios românicos e o lugar onde foram escritas as Glosas Emilianensis,as primeiras anotações escritas em espanhol. Além disso, aqui escreveu seus versos Gonzalo de Berceo, considerado o primeiro poeta da literatura hispana. Para visitar os dois mosteiros, basta desviar uns 10 quilômetros da rota do Caminho Francês em sua passagem por Cirueña. Principais paradas do Caminho Francês em La Rioja: LogroñoNavarreteNájeraSanto Domingo de la CalzadaSan Millán de la Cogolla Mais informações: Caminho Francês em La Rioja

Etapa do Caminho de Santiago Francês em Castilla y León

Castilha e León

Distância aproximada: 380 quilômetros.Etapas recomendadas: 14.Em sua passagem por Castilla y León o Caminho Francês tem cheiro de turismo rural, ritmo tranquilo e conexão com a natureza. Atravessa as províncias de Burgos, Palencia e León. O início é uma sucessão de pequenos vilarejos de arquitetura popular que recordam seu esplendor medieval (Redecilla del Campo e Villamayor del Río são bons exemplos). Em Atapuerca, você poderá visitar o sítio paleontológico mais importante da Europa. Localidades como Frómista, Carrión de los Condes e Sahagún surpreendem por seu patrimônio gótico e mudéjar.As grandes cidades do roteiro são Burgos e León, e em ambas é muito recomendável ficar pelo menos um dia para visitá-las com atenção. O Caminho Francês se cruza com a popular Vía de la Plata em Astorga. Esta localidade tem uma joia modernista, obra de Gaudí: o Palácio Episcopal. Pouco mais tarde, chega-se a Ponferrada, onde se destaca o castelo templário.

Esquerda: Plaza Mayor de León / Direita: Vista da cidade de Burgos

Você vai gostar:- De se adentrar a cada passo em um ambiente rural de pequenos vilarejos que praticamente devem sua existência ao Caminho de Santiago.- Do bairro Húmedo de León, famoso por seu agito e suas tapas. Você precisa provar alguns de seus embutidos mais populares, como a cecina ou a morcilla (perfeitos também em sanduíches para recuperar as forças pelo caminho). Mas se você está procurando um aperitivo nutritivo e cem por cento autóctone, lembre-se que as maçãs reineta e as peras conferência são típicas da região.- Das surpresas de Gaudí pelo Caminho. Em Astorga você vai encontrar um edifício modernista neogótico projetado pelo arquiteto catalão: o Palácio Episcopal. Enquanto isso, em León se encontra a Casa Botines, um edifício modernista com aspecto medieval cuja construção também foi iniciada por Gaudí.- De alcançar o ponto mais elevado de todo o Caminho de Santiago: a Cruz de Ferro. Fica a cerca de 1.500 metros de altitude, na metade do caminho entre Astorga e Ponferrada. A tradição manda ficar de costas para a cruz e atirar nela uma pedra como oferenda.

Esquerda: Castelo medieval de Ponferrada / Meio: Cruz de Ferro / Direita: Palácio Episcopal de Astorga

Visitas Patrimônio Mundial: Burgos é o ponto ideal para conhecer duas atrações que são Patrimônio Mundial. A Catedral é impressionante e a única reconhecida por si só pela UNESCO como Patrimônio Mundial. A apenas 20 quilômetros encontra-se o Yacimiento de Atapuerca, um sítio arqueológico que você pode conhecer da própria cidade de Burgos através do Museu da Evolução Humana (oferece visita conjunta com transporte incluído).Principais paradas do Caminho Francês em Castilla y León: Belorado - AtapuercaBurgos – Hornillos del Camino – Castrojeriz – Boadilla del Camino – FrómistaCarrión de los CondesSahagúnLeón – Hospital de Órbigo – AstorgaPonferrada – Cacabelos – Villafranca del BierzoMais informações: Caminho Francês em Castilla y León

 Etapa do Caminho de Santiago Francês na Galícia

Galícia

Distância aproximada: 160 quilômetros.Etapas recomendadas: 7 ou 8.É o trecho mais frequentado do Caminho Francês, especialmente a partir de Sarria, já que seu trajeto dá direito a obter a Compostela (certificado de ter completado o Caminho de Santiago, para o qual é exigido percorrer pelo menos 100 quilômetros a pé). Se você estiver fazendo o caminho desde antes, chegará à Galícia por O Cebreiro, por um trajeto de certa dificuldade e de grande beleza natural que lhe permitirá conhecer as tradicionais pallozas (moradias circulares de pedra com telhados cônicos) e visitar Samos e seu mosteiro.Portomarín, Palas de Rei, Melide e Arzúa são alguns dos lugarejos que você atravessará. Destacam-se principalmente por seus monumentos religiosos, seu crescimento em torno do caminho compostelano e seu estilo de vida rural. Santiago de Compostela e sua catedral esperam por você no final do Caminho. Reserve pelo menos um dia para desfrutar do sucesso de completar a peregrinação nesta animada cidade.

 Esquerda: Serra de Ancares, Lugo / Direita: Pallozas em O Cebreiro, Lugo

Você vai gostar: - De ir a mirantes com vistas panorâmicas que você vai querer parar e apreciar. Alguns deles são o Alto de San Roque (em Liñares) e o de O Cebreiro, com vistas para as serras de O Courel e de Los Ancares, respectivamente. Certamente, também o de Monte do Gozo, de onde você já pode vislumbrar o final do caminho com a Catedral de Santiago ao fundo.- De descobrir histórias curiosas todos os dias, como aquela que explica que Portomarín teve que ser transferida devido à construção de uma represa, o que fez com que sua Igreja de San Nicolás fosse transportada pedra a pedra (se você reparar bem, ainda pode ver a numeração das pedras na igreja). Se sua viagem for no princípio do outono, você também verá como a antiga Portomarín aparece no rio Minho, já que tem menos água.- Do misticismo da Galícia mais rural. As lendas mágicas e de bruxas fazem parte da cultura popular galega. Uma boa forma de descobrir isso é participando de uma queimada. Trata-se de uma espécie de ritual em torno de uma bebida tradicional e de histórias de bruxas, que é feita depois de alguns jantares.- Da meta do Caminho: a cidade de Santiago de Compostela e sua catedral. A contínua chegada de peregrinos e a atmosfera universitária da cidade fazem dela um lugar cheio de vida para aproveitar em praças e mesas ao ar livre ou passear por suas ruas de pedra.

Catedral de Santiago de Compostela, Galícia

Visitas Patrimônio Mundial: o Caminho de Santiago em si mesmo é reconhecido pela UNESCO como Patrimônio Mundial. Próxima ao trajeto do Caminho Francês, você também poderá conhecer a muralha de Lugo (localiza-se no itinerário do Caminho Primitivo). Por sua vez, em A Corunha fica a Torre de Hércules, o único farol de origem romana que continua em funcionamento no mundo.Principais paradas do Caminho Francês na Galícia: O CebreiroPortomarín – Palas de Rei – Melide – Arzúa – Santiago de CompostelaMais informações: Caminho Francês na Galícia

Perguntas frequentes

Resolva suas dúvidas